sexta-feira, 22 de setembro de 2017

Ribatejo


Poucas são as memórias de infância. Uma ou outra brincadeira, alguns amigos, os infindáveis passeios de bicicleta pela urbanização que por ser um fim em si mesma fazia com que a rua fosse um lugar seguro e a continuação do parque de recreios.

E algumas rotinas: chegado o tempo dos espargos, o meu pai e eu íamos apanhá-los num terreno perto de casa. A mudança de casa e cidade parou com estas coisas, quer por não existirem campos onde nascessem espargos selvagens quer porque o preço pago pela decisão conduziu a que, praticamente,  até à reforma, ele tenha passado dois terços do tempo deslocado em Lisboa ou no Porto.

Contudo, a memória está aqui e sempre que vejo espargos à venda não resisto e acaba por ser o jantar desse dia. 

Sim, é verdade, I am my father's daughter... 
(Procuro ainda uma mulher que tenha tido, em criança, uma pista de automóveis)

Fica aqui receita, à maneira dele (não os cozendo antes).


Ingredientes:
1 folha de louro
1 molho de espargos verdes
2 dentes de alho
6 ovos
azeite, sal e pimenta q.b.
Confeção:
Corte os espargos em pedaços pequenos. Bata os ovos, temperados de sal e pimenta. Leve o azeite ao lume numa frigideira, juntamente com o alho e a folha de louro. Deixe aquecer um pouco, até os alhos começarem a amarelar. Junte os espargos, coloque em lume brando, durante 15/20 minutos ou até amolecerem.
Junte miolo de pão em pequena quantidade mas suficiente para absorver o líquido que soltaram. Acrescente os ovos. Caso pretenda adicionar umas tiras de linguiça, paio ou presunto, faça-o aqui.
Envolva tudo e deixe cozer os ovos.

quarta-feira, 20 de setembro de 2017

Mérito

Somos as escolhas que fazemos ou as escolhas que nos foram apresentadas?

É nossa a virtude ou foi apenas um golpe do destino, um acidente de percurso, que nos colocou no caminho “certo“?

Somos o somatório de todas as escolhas feitas por aqueles que vieram antes de nós?

Stellan

Alguns actores estarão, para sempre, associados a uma personagem: Stellan Skarsgård é Jan Nyman.



"You can't be in love with a word. You can only love another human being. That's perfection."
Breaking The Waves, Lars Von Trier


Jogo da Imitação

Usamos os computadores para resolver problemas ou fazer coisas ou fazemos e inventamos coisas para usar computadores?


"Suddenly, everything is a computer. Phones, of course, and televisions. Also toasters and door locks, baby monitors and juicers, doorbells and gas grills. Even faucets. Even garden hoses. Even fidget spinners. Supposedly “smart” gadgets are everywhere, spreading the gospel of computation to everyday objects."
...

terça-feira, 19 de setembro de 2017

"Magro, de cabelos lisos, de cabeça caída para a Terra que o há-de comer, duas vezes condenado, à morte e ao inferno, este mísero despojo só pode ser o Mau Ladrão, rectíssimo homem afinal, a quem sobrou consciência para não fingir acreditar, a coberto de leis divinas e humanas, que um minuto de arrependimento basta para resgatar uma vida inteira de maldade ou uma simples hora de fraqueza."
José Saramago, O Evangelho Segundo Jesus Cristo 

Que começo, o livro errado na altura certa.