segunda-feira, 11 de setembro de 2017

Les Chansons d'amour

(realizador: Christophe Honoré)

O musical está morto! Mas eu adoro musicais. A inocência, a ingenuidade, a alegria dos clássicos.

E, agora, qualquer tentativa que procura repetir esta atmosfera soa a falso. A revivalismo que não acrescenta nada ao que já foi feito. Cópias baratas.


Uma das poucas excepções é este. Uma história parisiense, com um certo ar Nouvelle Vague, sobre um trio de amantes, que rapidamente se transforma numa história sobre perda e a sua superação. No fim, o reencontro com o amor, através duma nova paixão.

No meio, as personagens cantam e o que cantam é parte do diálogo. As canções (de amor) são uma peça fundamental do guião. É agarrar nos instrumentos, nos mecanismos do musical e contar uma história que não quer ser um argumento dos anos 40.

Este filme poderia ser feito sem música mas não era a mesma coisa…

Bom filme! 


Sem comentários:

Enviar um comentário