domingo, 21 de janeiro de 2018

Linguagem corporal

Ouvi palavras no silêncio que o corpo desenhava. O olhar fugiu, as mãos fecharam e o peito retraiu. Ouvi e não soube precisar exatamente o que aconteceu no momento em que aconteceu. Contudo, o constrangimento era visível. E, a partir de então, as palavras tiveram sempre um outro significado. Nuns dias sussurrando o seu sentido oculto, noutros dias gritando-o. No fim, o que sei é que não consigo deixar que a confiança se construa. Há algo de inconstante no comportamento, a simpatia ou afeição parecem existir apenas para servir uma conveniência pontual. Não gosto de pessoas assim.

5 comentários:

  1. A alma não tem segredo que o comportamento não revele.

    Bom dia, Anouk:)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa noite, Legionário
      Podemos tentar omitir, esconder ou mesmo mentir mas nunca escondemos por completo como nos sentimos ou quem somos. Graças a Deus ;)

      Eliminar
  2. Respostas
    1. Olá, tudo bem contigo?
      Estás de volta por aqui :))
      Algumas pessoas parecem "artificiais ", não é?
      Mas prefiro quando dão um sinal (ou melhor, quando eu o percebo ;)...).

      Eliminar
    2. Estive sempre aqui, embora em silêncio ;)

      Eliminar