sábado, 17 de fevereiro de 2018

Axioma


Há palavras, em criança, que depois de ouvidas ficam tatuadas na nossa pele de uma forma tão permanente que minam todos os momentos a partir daí. Acreditas nelas, aceita-las como verdade absoluta, sem necessidade de prova. Qualquer frase que contrarie o desenho que fizeste de ti é deitada no caixote do lixo e desvalorizada como mera cortesia. É falsa, um logro. Rejeita-las com ímpeto. Com uma certeza inabalável. 

Podes dizer-mas mas não sei o que fazer com elas.


8 comentários:

  1. Guarda-as no bolso de dentro e deixa-te dormir sobre elas que elas acabam por encontrar caminho para fazerem parte de ti, porque já são só tu não as deixas reclamar propriedade... sabes para o bem e para o mal os outros vêem-nos melhor do que nós. É preciso é saber ouvir.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O que não consegui fazer, até agora, é calar as primeiras. E as segundas não criam raízes.

      Eliminar
  2. Há muito tempo que o meu axioma é de que as pequenas coisas a maior parte das vezes são infinitamente as mais importantes.

    Bom Domingo Anouk, com sol:))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não as valorizamos o suficiente, damos por garantidas e só quando as perdemos é que vemos o quão preciosas são.
      Bom Domingo, Legionário ;)

      Eliminar
  3. Em criança, impregnam-se sem sabermos que fazer com elas, nem com o que elas nos fazem.
    Em grandes, achamos que mandamos nisso, com afirmações e negações, peremptórias.
    E o eu, lá vai ficando por respeitar e cuidar, até por nós.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa tarde, Vai ;)
      Nada se esquece, sobretudo, aquilo que nos deixou cicatrizes. Permanecem no nosso subconsciente e influenciam as nossas decisões mesmo quando percebemos que não podemos continuar a deixar-nos governar por elas.

      Eliminar
  4. Se fossemos crianças, ou melhor, se não deixássemos que a criança que há em nós morresse com o tempo, certamente, haveriam muitas mais palavras que guardaríamos como verdades nossas...e a vida era tão mais simples!

    Boa noite Anouk

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa noite, Sol
      Esta criança eu quero que morra para que a minha vida seja mais simples ;)

      Eliminar