sábado, 31 de março de 2018

Idade dos Porquês

O número de palavras a dizer são escassas, com uma capacidade de síntese impressionante. Ouvir foi sempre mais fácil – escutar as histórias dos outros, confortar, apaziguar, desvendar os seus segredos e guardar silêncio, se for pedido.

Falar é um exercício estranho, este mundo só é desvendado a alguns e muito lentamente. O discurso oral, na primeira pessoa, é um som distorcido e débil. Nunca sai completo, perfeito e harmonioso.

És igual a mim…

Porquê as perguntas? Porque sim. Porque falo? Porque contigo eu preciso.

4 comentários:

  1. Por isso é que escrever é mais fácil...
    Bom dia Anouk

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, escrever é mais fácil do que parece. Ainda que nem sempre, mesmo aqui, as palavras digam tudo o que há para dizer. ;)
      Bom dia, JI

      Eliminar
  2. Arrependemo-nos...raramente de falar pouco, e muito frequentemente de falar demais: máxima usada e trivial, que todo o mundo sabe e que ninguém pratica.

    Bom dia, Anouk:))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Excepto quando se fala mesmo muito pouco...
      Aí também há (houve) arrependimentos.
      Bom dia, Legionário
      (em dia de folga)

      Eliminar